Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2016

Os Sete Gêmeos Regentes e a Queda do Reino das Virtudes.

Imagem
“Fizemos um trato, ele deveria enviar suas sete virtudes cardeais, enquanto que eu deveria apenas fazer os sete pecados, (que já estavam lá, livres, leves, soltos e sempre se multiplicando), atrapalharem ao máximo os bem feitores divinos. Nunca fui de recusar desafios. O que eu tinha a perder afinal?”

Seus membros largos, duros como aço e quentes como lava a ajudavam a rastejar pelo chão de pedra imundo. Levantou-se usando suas ultimas forças, seu Vazio consumia todos os seus sentimentos e ela não conseguia ao menos chorar.
Uma pequena explosão e uma falsa pista foram tudo que a sorte ou destino trouxeram para que a multidão as perdesse de vista.
Somente a dor física a lastimava como raios finos penetrando dilacerantes em diversos pontos do seu corpo, mas sem hesitar se levantou, acomodando seu ultimo laço sanguíneo nas costas. Oferecia aquela dor como homenagem a seus irmãos, que agora já deviam estar livres. Totalmente livres da dor.
Tentavam fugir do grande grupo que clamava por…

Para Nunca dizer Adeus.

“Que bom que chegou, já estava cansado de te esperar”
“Desculpe a demora, essa chuva atrapalhou tudo!”
“É então, imagina esperar nesse frio e com essa chuva!”
“Eu sei... eu sei...”
“Mas, e ai tudo bem?”
“Sim, tudo ótimo... sabe que dia é hoje?”
“Não, qual? O dia da festa?”
“Não, hoje é sábado de aleluia...”
“uhum...legal...”
“Puff... dia em que Jesus ressuscitou...”
 “Tanto faz, não sou católico, ta esperando por outro milagre hoje?”

Os dois amigos riram...
“Sabe... até estou, mas também não sou católico...”
Após dizer isso, ele ficou imaginando como um milagre poderia mudar as próximas duas horas da sua vida, quem sabe, mudar o resto da sua vida.

“Não, não vai acontecer. Vou tentar agir normalmente...”
“Cara, não sei porque você continua com isso, parece que gosta de sofrer!”

Um sorriso brotou no rosto deprimido do amigo. Sem alegria
“É, as vezes eu acho que é só por isso que eu continuo sentido certas coisas, sabe? Apenas pela dor. É como se eu fosse viciado. É como se ela fosse min…